sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Geddel cumpre agenda no Sul da Bahia


Preparando o Carneiro a moda Geddel

Foto com o apresentador Tom Ribeiro após a entrevista

Encontro com representantes do Instituto Pensar Cacau-IPC

Encontro com Lideranças e imprensa de Ilhéus

Em visita aos municípios de Itabuna e Ilhéus, hoje (07), o pré-candidato ao governo do estado, Geddel Vieira Lima, apresentou outras qualidades ao povo baiano. O seu lado gourmet ganhou destaque no programa Quintal Gatronômico, apresentado diretamente do restaurante Cancha Gaúcha, de Samuel Rubin, exibido pela tvitabuna.com.br, às 12h de sábado (09).

A escolha do menu foi um pernil de carneiro, que já entrou no cardápio do restaurante como Carneiro à moda Geddel, pela originalidade do preparo. O bate papo com Rubin seguiu na linha política e Geddel comentou sobre os problemas da Bahia nas áreas de saúde, segurança pública, educação e interiorização do desenvolvimento. Sobre o sul da Bahia, Geddel destacou a importância da duplicação de estradas e viabilização do Porto Sul, projetos que precisam de agilidade para sair do papel.

Após gravação do programa gastronômico, Geddel conversou com a executiva regional do PMDB, ainda no restaurante Cancha Gaúcha, e ouviu das lideranças políticas locais os principais problemas da região. Entre as lideranças, o presidente do PMDB de Itabuna, Renato Costa, o ex-candidato a prefeito, Fernando Vita, o deputado estadual Pedro Tavares e o peemedebista Juvenal Maynart.

Seguindo a agenda, o peemedebista participou do programa Balanço Geral de Itabuna, e falou que quer apresentar um projeto alternativo a favor da Bahia. "A vida é feita de símbolos, como pode o comandante da Polícia Militar ser assaltado, um posto de saúde não ter médico, nem remédios, e hospitais públicos fazerem corredores de enfermaria? A Bahia é o penúltimo estado em cobertura vacinal e é o que menos cresceu no programa Saúde da Família. E outros estados mostram que é possível avançar. Na educação é a mesma coisa, não há prioridade na alfabetização de crianças, nem parcerias com prefeituras para criar creches e premiação para professores. Sei que podemos fazer mais pela Bahia. O que falta é atitude", desabafou.
 Logo após o programa, Geddel seguiu para Ilhéus para uma conversa com os ilheenses no hotel Opaba, onde foi recebido com muito carinho e alegria pelas lideranças políticas da região, como o vice-prefeito Carlos Machado (PMDB), o representante da CDL local, Paulo Ganer, além de vereadores, empresários e representantes da sociedade ilheense, como médicos e advogados.
 O deputado estadual Pedro Tavares falou sobre a falta de vontade do governo atual em tirar do papel obras como o Porto Sul e a duplicação da estrada Ilhéus-Itabuna, dos problemas indígenas na região e acredita que só Geddel tem força, atitude e disposição para trabalhar pela Bahia e pelo sul do estado. "Temos um grupo forte de lideranças políticas e empresariais para atuar junto com Geddel governador", pontuou o deputado.
 Geddel também comentou sobre os problemas da região e dos produtores rurais, especialmente a falta de construção de barragens, além de frisar as dificuldades que toda a Bahia enfrenta nas áreas de segurança pública, saúde e educação. "Estou pronto e motivado. Quero, desejo e trabalho para ser governador. Conheço esse estado de trás pra frente, conheço todo o interior da Bahia, sei como construir o caminho para fazer uma Bahia melhor. Tenho certeza de que a Bahia pode mais", ressaltou.
Ao final, foi aberto para que a população ilheense fizesse perguntas, o que se transformou em um grande bate-papo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário